Fundo soberano do Brasil e Finanças Públicas: Regime Jurídico dos Fundos Públicos Especiais, Experiência Internacional e a Lei 11.887/2008. Belo Horizonte: Fórum, 2012. Em coautoria com Felipe da Cunha Rodrigues.

Esta obra trata da teoria geral dos fundos soberanos, dos mais recentes instrumentos da atividade financeira do Estado e, em particular, do regime jurídico do Fundo Soberano do Brasil (FSB), o qual foi criado pela Lei federal nº 11.887, de 24 de dezembro de 2008, e integra-se ao fenômeno global de criação dos chamados Fundos de Riqueza Soberana (FRS). Estes constituem mecanismos financeiros estatais de investimento nos mercados doméstico e internacional para servirem como instrumento de política macroeconômica, estruturados sob a forma jurídica de fundos públicos (desprovidos de personalidade jurídica) ou instituições dotadas de personalidade jurídica (como sociedades anônimas sob controle estatal).

Conteúdo Relacionado

Roda Viva | Entrevista com Aloysio Nunes

O programa Roda Viva recebeu em 05/06/2016 o senador Aloysio Nunes falando sobre o papel do seu partido no governo de Michel Temer e a conjuntura política e econômica após a decisão do Senado que decretou o impeachment de Dilma Rousseff. Na ocasião o prof. Heleno...

ler mais

Entrevista professor Heleno Taveira Torres | Editora Fórum

Heleno Taveira Torres, autor da Editora Fórum, fala da adequação do sistema tributário sobre a tributação ambiental. Segundo ele, não é preciso criar novos tributos ambientais, mas fazer coincidir o desenvolvimento de forma coerente com os princípios constitucionais....

ler mais